sexta-feira, 17 de junho de 2016

19 - Estação espacial internacional





Dezessete anos depois de ser lançada, a Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês), um ambicioso projeto de base orbital de iniciativa americana, representa hoje o mais efetivo trampolim para a exploração humana do Sistema Solar.
A ISS, é uma base espacial que orbita ao redor da Terra a 350 km de altitude. Seu objetivo principal é facilitar a pesquisa científica e a exploração espacial, e sua construção foi concluída em 2010. Ela sucede a estação orbital russa Mir (“paz” em russo), voluntariamente destruída por causa de sua velhice, em março de 2001, depois de 15 anos no espaço.
A história da ISS se iniciou em novembro de 1998 com a colocação em órbita do primeiro módulo Zarya, construído pelos russos e financiado pelos Estados Unidos.
“É o maior projeto de cooperação tecnológica internacional, jamais realizado antes em termos de duração, custos e quantidade de países envolvidos”, afirmou John Logsdon, historiador do Museu Nacional do Ar e do Espaço em Washington.
Além dos Estados Unidos, que financiam a maior parte do projeto — estimado em 100 bilhões de dólares —, outras 15 nações participam da construção da estação orbital: Rússia, Japão, Canadá, Brasil e os 11 países-membros da Agência Espacial Europeia.
“Acredito que a estação seja um primeiro passo no caminho para as atividades humanas de longo prazo em novas áreas de operação espacial”, disse Logsdon em entrevista à AFP. “Não é um fim em si mesmo, mas, sim, uma etapa na exploração espacial tripulada”, explicou. “Precisamos acumular experiência em voos espaciais de longa duração, seu impacto fisiológico, e a melhor maneira de fazer isso é na estação”, acrescentou o historiador.
Além do fato de que a ISS permite aos cientistas testar tecnologias para viver no isolamento (como, por exemplo, o desafio técnico de reciclar urina para obter água potável), a estação espacial tem como objetivo estudar as interações sociais entre os astronautas, que convivem em um espaço limitado durante longos meses.
A tragédia do ônibus espacial Columbia em 2003, quando uma falha na proteção térmica da nave fez com que ela explodisse ao entrar na atmosfera terrestre, atrasou a montagem da ISS em dois anos. Contudo, a estação “demonstrou que as associações multinacionais também podem funcionar quando as coisas vão mal”, acredita Logsdon, para quem a ISS constitui uma espécie de marco referencial para futuras cooperações internacionais. “As longas estadias na Lua e em Marte não poderão acontecer se não contarem com uma organização financiada internacionalmente”, estimou o historiador, destacando as dificuldades orçamentárias enfrentadas pelo projeto.
O diretor da Nasa, Michael Griffin, expressou opinião semelhante em entrevista à AFP. Hoje, os Estados Unidos possuem os meios necessários para financiar suas próprias ambições espaciais, mas “este não será o caso da próxima geração”, estimou. “Acho que a Europa está totalmente pronta para dar o próximo passo no espaço”, destacou Griffin, alertando que o Velho Continente não teria condições de fazê-lo sozinho.
Para Doug Millard, curador do departamento espacial do Museu de Ciência de Londres, o laboratório europeu Columbus “aumentou significativamente as capacidades espaciais da Europa”. O laboratório japonês Kibo, por sua vez, foi transportado e acoplado à ISS três meses depois. “Penso que o estudo das reações do corpo humano à microgravidade é o principal valor científico trazido pela ISS”, destaca Millard.
Alexandre Vorobiev, porta-voz da agência espacial russa, definiu a ISS como um “projeto notável” e “um dos fatores que ajudaram a Rússia a preservar sua indústria espacial”. A ISS mantém uma tripulação permanente de três astronautas, que ficam a bordo por períodos de vários meses. A capacidade de acomodação deve ser ampliada, graças aos materiais e equipamentos trazidos pelo ônibus espacial Endeavour, que está acoplado à estação.

Estação espacial: base orbital que possibilita a exploração do espaço.


 Estação espacial: base orbital que possibilita a exploração do espaço.
Estação espacial: base orbital que possibilita a exploração do espaço.




A tecnologia espacial ampliou a visão da ciência sobre o Universo.


 A tecnologia espacial ampliou a visão da ciência sobre o Universo.
A tecnologia espacial ampliou a visão da ciência sobre o Universo.




Glossário


Trampolim: prancha longa.
Fisiológico: estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos.






Dicas de Gramática



Dica 17 – Uso de “POR QUE”, “PORQUE”, “POR QUÊ” ou ““PORQUÊ”

O uso dos porquês não é tão simples, precisa de um pouco de atenção. Para facilitar o seu entendimento, podemos usar o eficiente mecanismo de substituição:

Usa-se o POR QUÊ se puder substituir por “por qual motivo”, como no final da frase “Você me odeia tanto por quê?”
Usa-se o PORQUÊ se puder substituir por “o motivo”, como na frase “Não sei porquê tenho que estudar tanto!”
Usa-se o POR QUE se puder substituir por “por que motivo”, como na frase “Eu sei por que você não me liga mais!”
Usa-se o PORQUE se puder substituir por “porquanto”, como na frase “Não vi porque sou cego.”










Links:


Sanderlei Silveira

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Obra completa de Machado de Assis

História em 1 Minuto

Curso de Idiomas (Inglês e Espanhol)

Áudio Livro

Livros - Online

Billboard Hot 100 - Letras de Músicas

Developer - Treinamento, Manuais, Tutoriais

Santa Catarina - Conheça seu Estado

São Paulo - Conheça seu Estado

Paraná - Conheça seu Estado

Mato Grosso do Sul - Conheça seu Estado

Educação Infantil

Língua Portuguesa e Atualidades

Arte e Estética

TOP 50:


As festas populares no estado de São Paulo

Atividades extrativistas do estado de São Paulo

Adolf Hitler - Mein Kampf - Download

Áreas de preservação no estado de São Paulo

Assalto - Carlos Drummond de Andrade

Atividades extrativistas do Mato Grosso do Sul

Machado de Assis - O Alienista - PDF Download

Gonçalves Dias - Marabá

As festas populares no estado do Paraná

O tropeirismo no estado do Paraná

Biomas brasileiros

Bacias hidrográficas do estado de São Paulo

A população africana e a escravidão no Paraná

Áreas de preservação do estado do Paraná

Mário de Andrade - Macunaíma - Download

As comunidades quilombolas no Mato Grosso do Sul

As atividades econômicas do estado de São Paulo

Atividades extrativistas de Santa Catarina

Áreas de preservação do estado do Mato Grosso do Sul

Atividades extrativistas no Paraná

Os imigrantes no século XIX e XX no estado do Paraná

Jogos para Crianças - Dengue

As festas populares do Mato Grosso do Sul

Adolf Hitler - Mein Kampf - CAPÍTULO XI - POVO E RAÇA

Os biomas do estado do Mato Grosso do Sul

A urbanização do estado de São Paulo no início do século XX

Os índios Xetá do estado do Paraná

As atividades econômicas do Paraná

Clima e relevo do estado do Paraná

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas - CAPÍTULO CXVII / O HUMANITISMO

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas - CAPÍTULO CLX / DAS NEGATIVAS

Áreas de preservação do estado de Santa Catarina

O relevo do estado de São Paulo

As atividades econômicas de Santa Catarina

A organização do espaço geográfico brasileiro

O Diário de Anne Frank - Download

Gregorio de Matos - Ao braco do mesmo menino Jesus quando apareceu

Os imigrantes no estado de Santa Catarina no século XX

A imigração europeia no estado do Paraná

Machado de Assis - Dom Casmurro - CAPÍTULO LXII - UMA PONTA DE IAGO

A poluição do rio Iguaçu (maior rio do Paraná)

10. Mitologia Grega

Elizabeth Barrett Browning - Sonnet 43 - How Do I Love Thee?

A população indígena no estado de São Paulo em 2015

05. Religião – Idade Antiga

Machado de Assis - Esaú e Jacó - CAPÍTULO LXIII - TABULETA NOVA

A formação da cultura de Santa Catarina

Clima e relevo de Santa Catarina

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo XVII - URSA MAIOR

A população africana no Brasil e a escravidão

Outros Links:


Obra completa de Machado de Assis

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

O Diário de Anne Frank

Educação Infantil

Bíblia Online

História e Geografia

Casa do Sorvete

Sanderlei Silveira

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Santa Catarina - História e Geografia

Paraná - História e Geografia

Mato Grosso do Sul - História e Geografia

São Paulo - História e Geografia

Mário de Andrade - Macunaíma

Adolf Hitler - Mein Kampf



Nenhum comentário:

Postar um comentário